Para proteger avó, adolescente atira e mata o pai em Esplanada-BA, diz polícia

Um médico foi morto por tiros disparados pelo filho adolescente durante uma briga de família, dentro da residência onde o garoto estava com a avó e a mãe, na cidade de Esplanada, a cerca de 165 km de Salvador, na tarde de sábado (1º).

Segundo a polícia, o médico estava recentemente separado da mulher, também médica, e invadiu armado a casa para onde ela havia se mudado há três dias, e teria agredido a sogra com um soco. Na tentativa de se defender e proteger a avó, o adolescente pegou um revólver e atirou contra o pai, que morreu no local.

O delegado Wagner Marinho, que está à frente das investigações, afirmou que, conforme os depoimentos colhidos, o médico possuía um histórico de agressões contra a mulher. Ele invadiu a casa por estar inconformado com a mudança da mulher para outro lugar. O crime ocorreu na residência que fica em um condomínio fechado, por volta das 15h30 de sábado.

O garoto foi encaminhado para a delegacia de Esplanada, na companhia da família, e aguarda definição do Ministério Público sobre o caso. De acordo com o delegado, as circunstâncias apuradas apontam para o ato em legítima defesa. Ainda conforme a polícia, o revólver usado pelo adolescente foi dado a ele pelo próprio pai há alguns anos.

A polícia detalhou que a sogra do médico não morava na cidade de Esplanada, mas chegou à cidade neste fim de semana para apoiar e fazer companhia à filha, que tinha saído de casa.

[G1 BA]

www.vejabaixagrande.com.br

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande