Cantor é assaltado em 'saidinha bancária' e bandidos levam quase R$ 30 mil; quantia seria usada para tratamento de filho

O cantor Leal, que faz parte da dupla de arrocha sertanejo Luiz e Leal, foi vítima de uma saidinha bancária, no bairro da Barra, em Salvador. O crime aconteceu na tarde de quinta-feira (26) e, segundo a vítima, o suspeito levou R$ 29 mil que ele havia acabado de sacar.

Conforme o artista, vocalista e o produtor da banda Chica Fé, Dinno e Ildásio Pereira, estavam com ele no momento da abordagem. Os dois cantores e o produtor estavam no estacionamento e pararam para Ildásio fazer o pagamento do serviço referente aos shows que a dupla realizou durante o São João.

O suspeito então chegou próximo da vítima com um comparsa e, armado, falou para ele entregar o dinheiro que estava escondido na calça. A vítima ainda disse que ficou claro para ele que o homem sabia que ele estava com o dinheiro.

Em entrevista à TV Bahia, o artista explicou que a quantia seria usada para pagar o tratamento do filho dele. Segundo Leal, o menino tem 14 anos, tem paralisia cerebral e está no estado do Piauí aguardando o pai chegar com o dinheiro para poder ser transferido para Salvador, onde passaria por uma cirurgia.

“Eu tenho uma criança esperando para ser transferida do Piauí para Salvador, numa situação muito delicada. É meu filho, ele é especial. Ele precisa de uma cirurgia muito delicada de abdômen. Ele passou 19 dias internado, teve alta e está me aguardando chegar para comprar as passagens para trazer ele para cá”, explica.

O produtor da Chica Fé, Ildásio, explicou que a polícia já conseguiu identificar os suspeitos e disse que eles fazem parte de uma quadrilha. Até o momento, ninguém foi preso. g1ba

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande