Após denúncia de demora em atendimento, família de bebê morto em hospital faz protesto; criança é enterrada

 

Familiares do bebê de apenas 25 dias que morreu durante atendimento no Hospital Municipal Antônio da Costa Pinto Dantas, no município de Ituberá, no baixo sul da Bahia, realizaram uma manifestação na manhã desta quinta-feira (26).

Com cartazes e faixas, o grupo caminhou pelas ruas da cidade e reforçou a denúncia de que o falecimento do bebê teria sido provocado por demora no atendimento e por falta de medicamentos na unidade de saúde. Durante o ato, o grupo chegou a fechar a via que dá acesso à cidade por cerca de duas horas.

O protesto foi realizado após o enterro da criança. O bebê foi velado durante a madrugada desta quinta-feira na casa da avó materna, e foi sepultado no Cemitério Municipal de Ituberá às 10h. Dezenas de pessoas, entre parentes e amigos da família, compareceram à cerimônia e participaram da manifestação.

"Essa foi uma forma da gente brigar por justiça, porque o que aconteceu não dá para continuar. Saí para buscar justiça, para que a morte de meu neto não fiquei impune. Para que a morte de outras pessoas não voltem a ocorrer. A gente tem que dar um basta nisso enquanto pode", contou a avó materna do bebê, Rita de Cássia Reis.
[G1BA]

www.vejabaixagrande.com.br

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande