Professores municipais decidem não voltar às aulas presenciais na segunda em Salvador

Imagem Ilustrativa

Os professores da rede municipal de ensino de Salvador decidiram que não vão retomar às aulas de forma presencial na próxima segunda-feira (3), sem vacinação completa da categoria. A decisão foi tomada durante uma reunião feita nesta terça-feira (27), com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) e contou com dois mil professores da rede municipal .

O prefeito da capital baiana, Bruno Reis, anunciou a retomada das aulas de forma semipresencial, na última sexta-feira (23).

Apesar do início da vacinação contra a Covid-19 nos trabalhadores da Educação Básica, a partir de 40 anos, o coordenador-geral da APLB, destaca que antes de qualquer retomada das atividades é preciso que toda a categoria esteja vacinada.

A Secretaria de Comunicação da prefeitura de Salvador informou que Bruno Reis vai se reunir novamente com a APLB na quarta-feira (28) para reforçar o apelo feito à categoria, para que voltem às salas de aula no dia 3 de maio.

Já o Sindicato dos Professores do Estado da Bahia (Sinpro-BA), que representa os professores da rede privada, informou que vai reunir a categoria na quarta-feira (28), para decidir se haverá retorno das aulas presenciais.

g1ba

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande