Revogada prisão preventiva de médico suspeito de provocar queda de companheira de prédio na Bahia

O médico Rodolfo Cordeiro Lucas, suspeito de provocar a queda de Sáttia Lorena Patrocínio Aleixo, a médica que está internada após cair do quinto andar de um prédio no bairro de Armação, em Salvador, teve a prisão preventiva revogada na manhã desta segunda-feira (27), menos de uma semana após a medida ter sido decretada. A informação foi confirmada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

A médica está internada no Hospital Geral do estado (HGE), onde passou por cirurgias. Segundo a família, o estado dela é considerado gravíssimo. Por causa da situação, a família pede doação de sangue para Sáttia. A doação de qualquer tipo de sangue pode ser feita em nome da médica, de segunda a sexta-feira, das 12h30 às 18h30, na Hemoba.

Ainda não há detalhes sobre quando Rodolfo deixará a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), do bairro do Engenho Velho de Brotas, onde ele está preso desde 20 de julho. O G1 entrou em contato com Gamil Föppel, advogado do médico, mas ele apenas confirmou a decisão da Justiça.

g1ba

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande