MP pede prisão preventiva de vereador detido em flagrante por porte ilegal de arma na BA

O Mistério Público Estadual (MP-BA) pediu a conversão da prisão de José Carvalho, presidente da Câmara de Vereadores de Campo Formoso, cidade do norte da Bahia, para preventiva. Ele está detido após flagrante de porte ilegal de arma de fogo. Além disso, o político é investigado por agredir uma das filhas. A jovem fez exame de corpo de delito e o resultado comprovou o espancamento.

Apesar do pedido ter sido divulgado neste domingo (19), o MP-BA informou que a solicitação de conversão de prisão foi expedida pelo promotor Rildo Mendes de Carvalho na sexta-feira (17), um dia após o vereador ser preso pelo porte ilegal de arma.

Segundo o MP-BA, o parecer do promotor aponta que os "crimes praticados pelo investigado, lesão corporal e porte ilegal de arma, são "conexos", o que justifica o pedido de prisão preventiva".

Além disso, o promotor reiterou no parecer que, como representante do povo, as atitudes do vereador "em nada condizem com o carinho e consideração que a população campo-formosense tinha quando o escolheu para o cargo ao qual ocupa, sendo assim a liberdade do suposto inculpado pode fazer com que o mesmo volte a cometer as mesmas atrocidades".

g1ba

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande