Oito novos casos de sarampo são registrados em Santo Amaro e Jacobina

A Bahia registrou oito novos casos de sarampo. A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado nesta quarta-feira, 2, sendo sete em Santo amaro e um em Jacobina. Neste ano, entre o 1º de janeiro e 2 de outubro, foram registrados 467 casos na Bahia. Destes, 254 foram descartados, 204 estão sob investigação e nove foram confirmados.

Segundo Fábio Vilas-Boas, secretário da Saúde do Estado da Bahia, dos casos confirmados nestes dois municípios baianos, seis pessoas não eram vacinadas e duas apresentavam esquema vacinal incompleto.

A faixa etária dos casos varia entre 9 meses a 26 anos. Embora as pessoas relacionadas nos casos residam em Santo Amaro, as primeiras ocorrências foram registradas pelos município de Itagibá (um bebê de 9 meses e sua mãe de 18 anos) e Feira de Santana (homem de 26 anos). Na notificação feita em Jacobina, o paciente possui 9 anos.

As equipes de vigilância municipal e estadual identificaram também outros sete casos suspeitos que estão sob investigação laboratorial. Os casos possuem vínculo epidemiológico entre si e concentram em um grupo populacional de não vacinados, em sua maioria, o que amplia o risco de disseminação do vírus pelo estado.

Nesta quarta, às 16h, o secretário irá se reunir, na sede da Sesab, com prefeitos e secretários municipais de saúde das localidades de Cachoeira, Candeias, Santo Amaro, São Félix, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Saubara, Salvador, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Vera Cruz, Camaçari, Conde, Dias D’Ávila, Mata de São João, Pojuca e Simões Filho. Neste encontro, será debatida a situação epidemiológica do sarampo e as ações que serão desenvolvidas para prevenir e controlar a doença na região metropolitana.

Fonte: A Tarde

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande