Garota é resgatada pelo pai após ser mantida em cárcere privado por 6 meses; namorado é suspeito

Uma estudante de 18 anos foi mantida em cárcere privado por seis meses, dentro da casa onde morava com o namorado, na cidade de Camaçari, na região metropolitana de Salvador.

A jovem, que prefere não ser identificada, contou que era mantida com os pés e mãos amarrados e era agredida constantemente. Ela aponta o namorado, que tem 25 anos, como suspeito.

O caso foi registrado nesta quarta-feira (20), na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam). O namorado da vítima é procurado pela polícia.

A vítima mostrou marcas pelo corpo provocadas pelas agressões do namorado. “Isso aqui foi uma tesourada que ele deu na minha perna. Isso aqui foi um pedaço de madeira que ele estourou na minha perna”, mostrou.

A vítima foi resgatada pelo pai na terça-feira (19). O homem contou que desconfiou que alguma coisa errada estava acontecendo com a jovem após tentar falar com a filha algumas vezes e não conseguir. Ele diz que era o namorado da garota que atendia o celular sempre que ligava, e inventava desculpas para ele não falar com a jovem.

g1ba

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande