Pastora é morta ao tentar separar briga entre filhos e vizinhos

A pastora e fundadora de uma igreja evangélica foi morta a tiros, na noite da terça-feira (1º), na cidade de Feira de Santana. De acordo com a Polícia Civil, o crime ocorreu no momento em que a vítima tentava separar uma briga entre os filhos dela e um vizinho, que estava armado. O caso ocorreu no bairro Pampalona, na Rua São Joaquim, onde a família de Norma Lúcia Pereira Daltro de Souza, de 52 anos, mora. O vizinho foi preso em flagrante. Outro suspeito de envolvimento no crime é procurado pela polícia. O caso está sob investigação da Delegacia de Homicídios de Feira de Santana. Segundo a delegada Ludmila Vilas Boas, que registrou a ocorrência, a briga teria sido motivada por uma desavença antiga entre os filhos da pastora e o suspeito. Conforme a família da vítima, a briga que levou aos tiros teria começado depois que o suspeito parou o carro de um dos filhos da vítima, no momento em que o homem passava na rua. A vítima teria tentado intervir na confusão, quando foi baleada. Norma Lúcia chegou a ser socorrida e levada para uma policlínica, no bairro George Américo, mas não resistiu. O velório dela ocorre na tarde desta quarta-feira (2). A cerimônia é realizada na igreja da vítima, “Arca da Promessa”, que foi fundada há 8 anos.

[Notícias de SantaLuz]

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande