Baiano é dado como morto e tenta provar que está vivo há 13 anos; família enterrou corpo errado

Um baiano de 48 anos luta na Justiça há 13 anos para comprovar que está vivo. Ele foi dado como morto após ter sido roubado na cidade de Minas Gerais, no ano de 2003, quando saiu de Bom Jesus da Lapa, no oeste da Bahia, onde nasceu, para ir morar em Goiânia. O corpo de um desconhecido foi enterrado no lugar dele pela família na Bahia.

A família de Alailson Santos Lima recebeu a notícia de que ele teria sido atropelado e morto ainda em 2003. Na ocasião, a funerária procurou os parentes para mandar o corpo para Bom Jesus da Lapa. A tia de Alailson, Cecília Lima de Matos, foi quem recebeu a ligação.

Quando o suposto corpo de Alailson chegou em Bom Jesus Lapa, a família dele organizou tudo para o funeral. Como eles não pediram para abrir o caixão, enterraram o corpo que seria de Alailson.

Em 2015, ele reapareceu na cidade, mas a família não fazia ideia de quem eles enterraram. Muitas pessoas acharam que estavam vendo uma assombração. g1ba

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande