Mulher que participou da morte de empresário da Telexfree deixa presídio na BA para cumprir prisão domiciliar

Daiane de Oliveira Dias, que cumpria pena por ter participação no planejamento da morte do empresário Dorian da Silva Santos, um dos pioneiros da Telexfree na Bahia, em julho de 2016, passou a cumprir prisão domiciliar na quarta-feira (3). Ela, que seguia no sistema semiaberto, foi liberada do Presídio de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador. A informação é do diretor da unidade prisional, capitão PM Allan Silva.

A liberação de Daiane ocorreu após a Justiça determinar que 320 detentos internos do presídio de Feira, que estavam em regime semiaberto, cumprissem prisão domiciliar. O juiz que concedeu a liminar alegou falta de estrutura do presídio para abrigar os presos do semiaberto.

Confome a direção da unidade prisional, até quarta-feira, 169 mandados de liberação foram entregues pela Justiça. Outros devem chegar nos próximos dias. g1ba

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande