Mulher e duas filhas morrem em menos de 15 dias na BA após mal-estar com sintomas parecidos

Uma mulher e duas filhas dela, uma 2 e outra de 5 anos, morreram em menos de 15 dias, em momentos diferentes, após sentirem um mal-estar com sintomas parecidos, na cidade de Maragogipe, no recôncavo da Bahia. O caso está sob investigação da Polícia Civil.

De acordo com a polícia, a primeira vítima foi Greicy Kelly Santos da Conceição, de 5 anos. Ela passou mal no dia 30 de julho e chegou a ser levada para o um hospital na cidade de São Félix, ao lado de Maragogipe, mas não resistiu.

Em seguida, no dia 6 de agosto, a irmã dela, Ruth Santos da Conceição, de 2 anos, também passou mal. Na segunda-feira (13), a mãe das meninas, Adriane Ribeiro Santana Santos, também teve um mal-estar. As duas foram levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maragogipe, mas também não resistiram.

Segundo os dois médicos que atenderam a família, as vítimas salivavam muito e apresentavam um quadro de hiperglicemia (excesso de açúcar no sangue) quando chegaram às unidades de saúde. Todos os três casos ocorreram em segundas-feiras seguidas.

"A segunda filha do casal chegou na unidade de pronto atendimento praticamente sem reação, bastante secretiva, com saliva. A gente tentou todo o protocolo, sem êxito. Sete dias depois, foi a mãe. A mãe chegou com muita saliva, suor, estremidades bastante frias. Tentamos fazer de tudo também, mas não conseguimos", contou o médico Sávilo Santana, que atendeu as vítimas na UPA.

G1BA

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande