Segundo suspeito de matar esposa de tenente morre em confronto com a PM; esposa foi presa quando levava arma pra ele

Um dos suspeitos de participar da tentativa de assalto, na Rua Juarez Távora, no bairro São João, contra o tenente Fábio Emanuel Santos, lotado na 67ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e sua esposa Ana Carla dos Santos Leite, de 28 anos, morreu durante um confronto com policiais da Rondesp Leste, em uma operação para prendê-lo, na zona rural da cidade de Tanquinho.

Em entrevista ao Acorda Cidade, um dos tenentes que participou da operação, informou que a polícia chegou até Elton Messias da Cruz após abordar um veículo S10 na BR-116 Norte, nas proximidades do posto Trevo. No carro estavam o condutor, cujo nome não foi divulgado, e uma mulher, Josenalva Silva Mota, que aparentava estar muito nervosa. Durante a averiguação ao veículo, foi encontrado um revólver calibre 38, que o condutor apontou ser de Josenalva.

Aos policiais, ela confessou que estaria levando a arma para o marido, na zona rural de Tanquinho, pois ele tinha cometido um assalto, nas proximidades do shopping Boulevard, e que terminou com o tenente ferido e a esposa morta. Josenalva contou ainda que estava sendo coagida pelo companheiro e que ele a ameaçou de morte.

Ao chegar no local indicado pela mulher, os policiais foram recebidos a tiros por Elton ao perceber a aproximação da guarnição, que revidou e acabou alvejado o mesmo, que chegou a ser socorrido para o hospital de Tanquinho, mas não resistiu”, contou o oficial.

 

Ainda de acordo com o oficial, “o marido estava coagindo essa senhora para levar a arma para a zona rural de Tanquinho, onde ele se encontrava. Após o assalto, ele se deslocou para o município de Tanquinho e deixou a arma em Feira de Santana. Com ele foi apreendida uma pistola Glock 9mm, com três cartuchos, utilizada na troca de tiros com os policiais da Rondesp”, informou o tenente

Josenalva foi levada pelos policiais para a Central de Flagrantes do bairro Sobradinho, em Feira de Santana, onde foi enquadrada pelo porte ilegal de arma.

Com informações e fotos do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande