Prédio de 24 andares desaba após incêndio no Centro de SP

Um prédio de 24 andares pegou fogo e desabou na região do Largo do Paissandu, no Centro de São Paulo, na madrugada desta terça-feira (1º). O local era uma ocupação irregular, e moradores afirmam que o fogo começou por volta da 1h30 no 5º andar e se espalhou rapidamente pela estrutura.

Desabamento

O coronel Max Mena, do Corpo de Bombeiros, afirmou que o homem que caiu quando o prédio desabou já estava com equipamento de segurança para ser resgatado. Ainda na madrugada, ele chegou a ser considerado morto, mas pela manhã os bombeiros esclareceram que buscas serão feitas.
A experiência diz que não é fácil encontrar alguém com vida", comentou o capitão Marcos Palumbo, porta-voz do Corpo de Bombeiros em São Paulo. Os bombeiros chegaram a dizer que havia possibilidade de outras três pessoas estarem desaparecidas, mas não foi divulgado um balanço oficial.

O edifício alto e todo revestido de vidro ficava na esquina da Avenida Rio Branco com a Rua Antonio de Godoi e já abrigou uma repartição pública. Segundo a Defesa Civil, cerca de 50 famílias viviam na ocupação do prédio atualmente.
O prefeito Bruno Covas (PSDB), em entrevista à GloboNews nesta manhã no local do incêndio, afirmou que a Secretaria de Assitência Social já atendeu 71 famílias afetadas pelo incêndio e que 191 pessoas foram encaminhadas para abrigos municipais.

Segundo Bruno Covas, 150 famílias do edifício estavam inscritas na Secretaria de Habitação, mas ele não sabe afirmar se todas elas viviam atualmente no local.

Buscas
Já de manhã, os bombeiros trabalhavam para combater os últimos focos de incêndio e cães farejadores chegavam ao local para começar as buscas por possíveis vítimas.

O Corpo de Bombeiros faz um mapeamento da área para iniciar a retirada dos escombros. Segundo o tenente André Elias, o segundo prédio atingido pelo fogo não corre risco de desabamento e todos os moradores já foram retirados do local.G1BA

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande