Criminosos fazem mulher e duas filhas de gerente de banco reféns na Bahia

Criminosos armados sequestraram a mulher e duas filhas do gerente da agência do Banco do Brasil da cidade de Barra do Estiva, no sudoeste da Bahia, na manhã desta segunda-feira (9). Inicialmente, a Polícia Militar informou que o grupo manteve as vítimas reféns por 1h30. Entretanto, a Polícia Civil detalhou que as vítimas ficaram sob a mira dos criminosos por cerca de 12 horas.

Segundo a Polícia Civil, por volta das 22h de domingo (8), três homens armados invadiram a casa do gerente do Banco do Brasil. Jà às 4h, dois dos criminosos retiraram da casa as filhas e esposa do gerente e o orientou ir trabalhar normalmente para que pudesse abrir o cofre da agência e retirar todo o dinheiro que estava no banco.

Ainda segundo a polícia, somente depois que o gerente estivesse com o dinheiro em mãos é que ele receberia dos criminosos as instruções para a entrega da quantia e liberação da família feita refém.

A Polícia Civil informou ainda que por volta das 9h desta segunda-feira, uma ação conjunta da 34ª Companhia da Polícia Militar, do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) e Companhia Independente de Policiamento Especializado Central (Cipe) foram acionados e se deslocaram para localizar as vítimas.

Viaturas foram deslocadas, durante a manhã desta segunda, para a porta da agência bancária e então, os assaltantes, perceberam que a ação tinha sido frustrada. Eles não entraram mais em contato com o gerente da agência bancária e soltaram as reféns em uma estrada vicinal próximo ao município de Mucugê, a cerca de 98 km de Barra da Estiva.

A mulher e as filhas não tiveram ferimentos, disse a polícia. Os criminosos fugiram. Ainda não há detalhes sobre o crime e nem sobre a identidade dos sequestradores. G1BA

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande