Você é capaz de tirar a Rede Globo do seu dia a dia?

O artigo de hoje tratará a respeito da programação indecente exibida pela Rede Globo de Televisão – Big Brother Brasil. Há muito tempo tenho percebido a imoralidade e a falta de respeito com as famílias, dentro da programação da Rede Globo, e são muitas. Sabemos que a emissora é uma grande formadora de opinião, já que é líder de audiência em todo o país. Assisti durante muito tempo, e venho percebendo o quão degradante está se tornando o conteúdo apresentado. Sou pai, marido, cidadão e me envergonho de estar à frente de uma televisão junto à minha família e minhas filhas, perdendo o meu tempo com algo tão imoral e nojento. Ainda hoje, em minha timeline na rede social vi rapidamente cenas do BBB18 que estreou recentemente através da emissora citada, e me senti horrorizado com a cena em que o Pai beija na boca da própria filha e em outras cenas incitam o sexo um com o outro. O que é isso? Cadê o núcleo da FAMÍLIA? E o RESPEITO? Não acompanho, e como Pai e cidadão de bem que sou, peço gentilmente a você que está lendo esse artigo, não dê audiência a algo que está estragando com a fé, a moralidade e decência das pessoas através de imagens explícitas em horário inapropriado, onde muitas vezes tem crianças assistindo, por serem exibidas cedo, cenas de sexo, violência, banalizando o seio familiar. Existem diversos outros meios de estarmos conectados com o mundo de forma decente e produtiva, como por exemplo, que tal assistir a missa e estarmos conectados com Deus? Ou ainda, vamos assistir cultura, tantos canais que estão exibindo artesanato, festas culturais, entre outros. Esse é um desabafo de um pai, marido, amigo e cidadão baixa-grandense que está cansado de ver famílias se degradando ao PERDEREM O SEU TEMPO em frente a uma TV pra acompanhar e dar audiência a uma emissora que na verdade deveria ser censurada por tais programações, que são o cúmulo do ridículo. E através deste artigo quero lançar um desafio a você. Você é capaz de tirar a Rede Globo do seu dia a dia?

Compartilhe!

Atenciosamente, Marcelo Barbosa.

 

www.vejabaixagrande.com.br

Informações Adicionais

Veja Baixa Grande